Orai


Also found in: Medical, Legal, Acronyms, Wikipedia.

Orai

 

(real name Dmitrii Fedorovich Bogoslavskii). Born Sept. 5 (18), 1901, in the village of Mari-Pizhai, in what is now Sernur Raion, Mari ASSR; died Jan. 22, 1950, in Ioshkar-Ola. Soviet Mari writer. Participant in the Great Patriotic War (1941–45).

Orai was first published in 1929. He is the author of short stories, of the novellas The Apostate (1930), Steep Ascent (1935), and Oliana (1935), and the novella The Unfading Star (1950), based on the life of Hero of the Soviet Union S. R. Suvorov. Orai’s principal work is the novel Through the Mists (published 1951), in which he depicts the spiritual rebirth of the Mari people in the early years of Soviet power.

WORKS

In Russian translation:
“Po vole roditelei.” In Rodnik: Rasskazy mariiskikh pisatelei. Moscow, 1961.

REFERENCE

Mariiskie pisateli. Biobibliograficheskii spravochnik. Ioshkar-Ola, 1958.

S. EMAN

References in periodicals archive ?
13], o resultado da prevalencia de respiradores orais e de 56,8%, valor este relativamente similar ao encontrado neste estudo (48,60%).
Os resultados estatisticos evidenciaram que a grande maioria dos pais assinalou que as criancas nao possuem habitos orais deleterios na sua ocorrencia.
Alteracoes de motricidade orofacial e presenca de Habitos Nocivos Orais em criancas de 5 a 7 anos de idade: Implicacoes para intervencoes fonoaudiologicas em ambito escolar.
Achado semelhante foi encontrado em outra pesquisa que, embora nao tenha avaliado separadamente os labios superior e inferior, caracterizou os labios dos respiradores orais como flacidos [12].
Um estudo [9] refere alteracao de labios em respiradores orais, apesar de nao referir qual era a alteracao apresentada.
Segundo um estudo [17], as forcas axiais da lingua de criancas respiradoras orais apresentam valores menores que os de respiradoras nasais.
Em seguida, foram relacionados os habitos orais deleterios com a tipologia facial, com a oclusao dentaria e com o sexo.
De acordo com os resultados deste trabalho, os habitos orais deleterios mais prevalentes foram, uso de chupeta no grupo de 12 a 20 anos (30,23%), ranger dentes no grupo de 3 a 6 anos (29,85%), ressaltando que os individuos relataram apresentar mais de um habito oral deleterio (Tabela 1).
A participacao compensatoria da musculatura perioral, incluindo musculos orbiculares orais e mentual, durante a degluticao representa uma forma de adaptacao do SE as alteracoes morfologicas decorrentes da respiracao oral, uma vez que a musculatura mastigatoria nao desempenha a atividade muscular necessaria para realizacao desta funcao [13,25,26].
Por meio desta avaliacao objetiva, verificouse maior atividade dos musculos orbiculares orais nos sujeitos respiradores orais quando comparados aos respiradores nasais, inclusive com diferenca estatisticamente significante, o que vai ao encontro dos achados da literatura [27].
Os resultados expostos na Tabela 4 demonstram que, com relacao a presenca/ausencia de sobressaliencia acentuada e habitos orais, houve semelhanca na maioria dos achados, uma vez que nao apresentaram significancia estatistica (p> 0,05) e, ainda, porque a maior ocorrencia de criancas que tinham, e que nao tinham os habitos em questao, eram portadoras de trespasse horizontal.
Os dados apresentados na Tabela 3 mostram que a presenca ou ausencia de uma variavel, nao exclui a ocorrencia, ou nao-ocorrencia da outra variavel, ou seja, os habitos orais nao influenciaram no desenvolvimento das mas oclusoes classes I, II e III nesse grupo.