Teso

(redirected from TESE)
Also found in: Acronyms.

Teso

 

(also Bakedi, Itesyo, Elgumi, Wami; self-designation, Iteso), a people of Uganda living northeast of Lake Kyoga. The Teso number more than 600,000 (1970 census). A small number live in the border region between Kenya and Uganda. The language of the Teso is related to the Nilotic languages. Ancient traditional beliefs are preserved, although some individuals have accepted Christianity. In the past the Teso were nomadic cattle raisers, but most have now become settled farmers and cattle raisers.

References in periodicals archive ?
Rre Tese o kgadile a sa kgwe mathe, batsadi ba a reng ba bua barutabana leswe, ka a re puo nngwe le nngwe e bana ba e utlwang, ba a e dumela mme ba e tseele le mo dithutong tsa bone.
ITC fell to raider Robert Holmes a Court (1937-1990) in 1982, and TESE to Alan Bond (1938-2015) in 1986.
Esta analise parte da tese do interdiscurso, desenvolvida por Maingueneau (2005), segundo a qual na genese de um discurso ha uma heterogeneidade enunciativa--o discurso do Outro.
Vejamos um trecho da sua tese em que a artista discorre sobre uma experiencia na infancia e como a ideia de infinito, de grandes quantidades, a presenca do branco, da linha do horizonte ja aparecem de maneira muito determinante:
Apoiado em diversos estudos feministas, o artigo, que tambem deriva de sua tese defendida em 2017, discute as interdicoes que inumeras culturas tentam impor a fala das mulheres no que se refere a sexualidade e ao erotismo, destacando a importancia do direito a liberdade e ao prazer na voz de um eu lirico que se anuncia como nao masculino.
Para desenvolver sua tese, Federico parte do livro Planejamento estrategico e logica da programacao (PELP) e justifica essa escolha pelo fato de representar uma "unidade de sentido" de grande densidade teorica, com contribuicoes diretas para pensar a acao em saude vinculada a uma praxis transformadora que supera questoes especificas do setor analisado.
Assim, ao defender em 1910 a entao incomum tese da autenticidade da EE, Case observava que, na hipotese mais usual a epoca, essa obra teria sido escrita "nao para, mas por Eudemo" (1910, p.512).
A tese em pauta, como se sabe, e reproducao de alguns dos pareceres iniciais de Eliot sobre Milton: "No seculo XVII teve inicio uma dissociacao da sensibilidade [dissociation of sensibility], da qual jamais nos recuperamos; e essa dissociacao [...] viu-se agravada pela influencia dos dois mais vigorosos poetas do seculo, Milton e Dryden" (ELIOT, 1989: 122).